Últimas Notícias

A Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Pernambuco (FCDL-PE) divulgou ontem uma nota em que apela para que o comércio no Estado seja reaberto. Os negócios estão fechados desde o último dia 20, por ordem do governador Paulo Câmara, como medida para evitar proliferação do coronavírus. 

Apesar do material enviado à imprensa, não foi destinado nenhum ofício ao Palácio do Campo das Princesas com a solicitação de reabertura. Nesta sexta-feira (27), o governador Paulo Câmara alfinetou os que pedem reabertura do comércio, dizendo que só pensam no próprio umbigo e não olham o povo".

No documento, a FCDL-PE pontua que o fechamento do comércio tem afetado a economia e arriscado a falência das empresas, que dependem de faturamento diário para seguir no mercado. A principal preocupação tem sido com o comércio no interior do Estado, como aquele que depende do polo de confecções.

O movimento surgiu na CDL Ipubi no sertão do Araripe através do presidente Daniel Torres que acionou a Federação pedindo o empenho das demais CDLs de todo o estado, segundo Daniel o município de Ipubi entre outros do Araripe estão vivenciando um momento difícil com o comercio fechado “a economia é a mola mestre de um País de um estado e também dos municípios, defendo o isolamento vertical dos que estão no grupo de risco, más com o comercio funcionando mesmo que seja com um controle de publico para não provocar aglomerações” afirmou Daniel.

O presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Pernambuco Eduardo Catão se disse também empenhado para a volta do comércio "Reconhecemos e prezamos por todos os cuidados que precisam ser tomados por toda a população para a inibição do contágio do coronavírus, mas não podemos deixar de entender o estado de emergência econômica que está se estabelecendo no interior", alerta o presidente da FCDL-PE Eduardo Catão.

A iniciativa das CDLs solicita de imediato a abertura do comércio em cidades que não tem caso registrado do coronavírus, o documento solicita também do governo do estado a isenção de impostos do comercio que passa por momentos difíceis durante a pandemia.


Com Informações  do Jornal do Comércio 

A partir desta quinta-feira (26) as comunidades de Feitoria e Cacimba Nova contarão com duas ambulâncias zero quilômetro para os serviços em saúde. 

Como forma de prevenir e evitar qualquer forma contágio do Coronavírus, a Prefeitura não realizou ato de entrega oficial, como explicou o prefeito Túlio Alves por meio de vídeo, mas os veículos já estarão a serviços das comunidades nesta quinta-feira (26). 


Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Bodocó

Em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a população do Sertão do Pajeú ainda terá de superar outro pesadelo. As fortes chuvas desta semana deixaram um rastro de destruição em várias cidades. De acordo com o Blog do Nill Jr., uma das mais afetadas foi Afogados da Ingazeira, onde uma barragem estourou por não suportar a força das águas do Rio Pajeú. Em Carnaíba e Iguaracy, os temporais deixaram moradores isolados em alguns trechos.

Em Carnaíba, o prefeito Anchieta Patriota destacou que foram mais de 200 milímetros em menos de 48 horas. Na Vila São Geraldo, as chuvas invadiram casas. Em Serra Branca, a Barragem estourou e o volume de água chega ao Rio Pajeú. A prefeitura destinou a escola Miguel Arraes para guarda de pertences e o CRAS abriga família que precisam.

Em Sertânia, o Açude do Governo na fazenda Cachoeira, no IPA, há 16 anos não sangrava. A prefeitura está em alerta, pois tudo deságua no Rio Moxotó, que deve subir o nível. Em algumas comunidades, a chuva alcançou 140 milímetros, como no Sítio Cacimbinha, próximo à divisa com Custódia.

Em Triunfo, as chuva causaram prejuízos no Bairro Timbaúba e outras áreas. A PE 365, entre Serra Talhada e o município tem pontos de deslizamento de barreiras, ficando interditada parcialmente em alguns trechos. O estado também é de atenção. Em Serra Talhada, as chuvas fortes causam grande volume de água no Rio Pajeú. A população está apreensiva com a possibilidade de que a água invada ainda mais áreas urbanas. A área do pátio da feira da Lagoa Maria Timóteo é a mais atingida.


Blog Carlos Britto/Foto Reprodução

O Governo de Pernambuco abriu, nesta quarta-feira (25.03), inscrições para selecionar 670 profissionais de saúde para atuar no complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE). Os profissionais serão utilizados no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), centro de referência em Pernambuco para o atendimento de casos da Covid-19.

A seleção foi anunciada na última segunda-feira (23), por meio do Decreto N° 48.840, como parte das ações para conter o avanço do novo Coronavírus em Pernambuco. O recrutamento é para a contratação de enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, biomédicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos intensivistas, clínicos, infectologistas e pediatras, além de técnicos em enfermagem e flebotomistas.

As inscrições gratuitas são feitas, exclusivamente, pelo site www.upenet.com.br. O processo seletivo, realizado em uma única etapa eliminatória e classificatória em avaliação curricular, terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogável por igual período. A convocação para as contratações será através de publicação no Diário Oficial do Estado e através de e-mail dirigido ao endereço eletrônico constante na ficha de inscrição do candidato classificado.

O resultado final será divulgado no dia 04 de abril. O certame, executado pela Universidade de Pernambuco - UPE, está regido pela Portaria Conjunta SAD/UPE no 036, de 24 de março.

O Complexo Hospitalar da UPE é composto pelo Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), pelo Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam) e pelo Pronto Socorro Cardiológico Universitário (Procape). O candidato que não atender à convocação para a sua contratação, no prazo máximo de três dias úteis, juntamente com a apresentação dos documentos para a comprovação dos requisitos para a contratação, citados no Edital, será considerado desistente, sendo automaticamente excluído do processo seletivo simplificado e será imediatamente convocado outro candidato, respeitadas a classificação geral dos candidatos aprovados.

O combate ao Covid-19 é feito em praticamente todas as cidades pernambucanas. Em Bodocó, as equipes da Vigilância em Saúde estão monitorando os passageiros e intensificaram o trabalho de orientação, cadastrando as pessoas que chegam no município, principalmente de regiões mais infectadas pelo novo Coronavírus.

Na rodoviária, a equipe utiliza um termômetro infravermelho, que mede a temperatura corporal sem contato físico. Durante as abordagens a Polícia Militar está dando suporte aos profissionais de saúde.


Blog Nossa Voz

O deputado estadual Antonio Fernando (PSC) segue na linha de frente do combate ao Coronavírus (Covid-19). Nesta semana, o deputado realiza uma ação efetiva para barrar o avanço da pandemia no Estado, principalmente, no Araripe. Antonio Fernando encaminhou requerimento à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para relocação de mais de meio milhão de reais de valores de suas emendas para a área de saúde, em especial, para o combate ao Coronavírus. 

A solicitação de Antonio Fernando à Alepe envolve a relocação de valores de emendas num total de R$ 568,4 mil. Os recursos serão direcionados – em sua maior parte - ao Hospital Regional Fernando Bezerra, de Ouricuri. A unidade de saúde, que atende todo o sertão do Araripe, será beneficiada com R$ 348,4 mil para a reforma e ampliação de suas estruturas, melhorando diretamente o atendimento à saúde na região.

Além dos recursos para a reforma e ampliação das estruturas, o deputado Antonio Fernando também relocou verbas de emendas - no valor de R$ 160 mil - para a compra de ambulâncias, uma delas especificamente para o Hospital Regional Fernando Bezerra. Recursos de outras emendas foram ainda relocados pelo deputado para destinar R$ 60 mil para aquisição de insumos destinados à UTI do Hospital Santa Maria, de Araripina. 


Os valores desta relocação se somam a mais R$ 800 mil que o deputado já havia destinado anteriormente, atingindo um total acima de R$ 1,3 milhões em emendas parlamentares de Antonio Fernando só para a área de saúde. “Neste momento, o nosso objetivo com essa relocação de emendas é dar prioridade total à melhoria do atendimento à saúde de nossa população. Também queremos priorizar uma efetiva aplicação dos recursos no enfrentamento ao Coronavírus, urgência maior em nosso Estado e no País inteiro”, concluiu o deputado Antonio Fernando.


Assessoria Parlamentar de Comunicação

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget