Últimas Notícias

Quem ainda não sacou o abono salarial referente a 2016 terá uma nova oportunidade: o prazo foi prorrogado. O novo período para saques do PIS/PASEP salário-base de 2016 começa nesta quinta-feira, dia 26 de julho.

Quase 2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram o benefício, o que corresponde a quase 8% do total de pessoas quem têm direito ao recurso. Os trabalhadores podem retirar o dinheiro até o fim de dezembro.

Também nesta quinta-feira começa o pagamento do abono referente a 2017.

No calendário, os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS, vão receber o benefício de acordo com o mês de nascimento. Os que fazem aniversário de julho a dezembro terão o benefício disponível ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, poderão realizar os saques em 2019.

Têm direito ao abono salarial os trabalhadores que estavam inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2016 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).
O valor do saque depende de quanto tempo o beneficiário trabalhou formalmente em 2016.
Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica e os servidores públicos, o Banco do Brasil.

Agencia Brasil

O servidor Publico Antonio Fernando prestigiou na manhã desse domingo (22), a 48ª Missa do vaqueiro em Serrita no sertão pernambucano.


No Parque estadual João Câncio durante a festividade Antonio encontrou muitos amigos e conhecidos “ é um momento especial de ver tantos vaqueiros aqui reunidos na festa e missa de Raimundo Jacó, tenho muitos amigos em Serrita e demais cidades do sertão, é sempre um grande prazer está aqui” Disse Antonio Fernando

A festa do vaqueiro de Serrita esse ano chegou a sua 48ª edição, e recebeu caravanas de todas as cidades vizinhas, inclusive do sertão do Araripe, o Padre Domingos Pedro de Trindade e Padre Luciano Lima de Moreilândia fizeram parte da equipe de celebração que foi cantada pelo tradicional coral de aboio de Serrita.






Por Francisco Monteiro

Os primeiros 20 dias de julho, choveu no estado de Pernambuco cerca de 20% do volume de chuvas esperado para o período, registrou a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). O órgão já esperava precipitações abaixo do normal neste mês, mas o volume foi inferior ao que previam os meteorologistas. 

“Embora seja um ano que está sendo próximo do normal, as condições oceânicas não foram favoráveis para que as chuvas aumentassem aqui, principalmente na faixa leste do estado de Pernambuco”, explicou Roberto Pereira, meteorologista da Apac-PE.

De acordo com Pereira, o início do mês coincide com o fim do inverno na Zona da Mata, Agreste e Região Metropolitana do Recife. “Na realidade, o que as pessoas consideram como inverno, a gente considera como quadra chuvosa, o que seria os quatros meses onde se tem o maior volume de chuva durante o ano”, comentou.

No Sertão, a quadra chuvosa compreende os meses de janeiro a abril. “No início do ano, a previsão era de que a chuva no Sertão fosse dentro do normal ou acima do normal. E isso ocorreu. Inclusive, choveu cerca de 6% acima do normal entre janeiro e abril”, disse o meteorologista. Neste período, a Grande Recife registrou 30% de precipitações acima do que era esperado para os mesmos meses do ano.

Nos próximos meses, a Apac estima que haja uma pequena queda no volume tradicionalmente esperado para o segundo semestre. Nesta época do ano, normalmente, não são registradas muitas precipitações. “Isso não significa que não vai chover, mas as chuvas são bastante reduzidas nessa época”, explicou Roberto Pereira.

G1 Petrolina

A cultura e a tradição do vaqueiro se mantém viva em Serrita no sertão de Pernambuco.  A  capital do vaqueiro recebeu mais uma grande festa de 18 a 22 de Julho, com pega de boi no mato, vaquejada, apresentações musicais e a tradicional missa no Parque estadual João Câncio.


A missa do vaqueiro foi o momento mais aguardado da festa, celebrada na manhã de domingo (22), milhares de vaqueiros e vaqueiras montados em seus cavalos assistiram a celebração em memoria de Raimundo Jacó, vaqueiro falecido que deu origem a festa de Serrita e a letra da musica “a morte do vaqueiro” cantada por Luiz Gonzaga o rei do Baião.
A festa do vaqueiro de Serrita esse ano chegou a sua 48ª edição, e recebeu caravanas de todas as cidades vizinhas, inclusive do sertão do Araripe, o Padre Domingos Pedro de Trindade e Padre Luciano Lima de Moreilândia fizeram parte da equipe de celebração que foi cantada pelo tradicional coral de aboio de Serrita.

O celebrante cobrou melhorias nos acessos, pois a PE que de chegada ao parque se encontra em péssimas condições, o evento reuniu muitos políticos, deputados e pré-candidatos a exemplo de Armando Monteiro, Marília Arraes, Raul Henry entre muitos Outros.


Por Francisco Monteiro

Vários pipeiros de Serrita e de outros municípios da região se uniram para cobrar do Governo do Estado débitos referentes a um mês de 2015, 12 meses de 2016 e alguns meses do primeiro semestre de 2017. A dívida é relativa a serviços prestados ao IPA para o abastecimento de comunidades rurais no Sertão Central e do Araripe.
Segundo o advogado Francisco Arraes Sampaio, que representanta os profissionais juridicamente, caso o governador não se posicione sobre o débito, os pipeiros bloquearão o acesso ao Parque Estadual João Câncio nesse sábado, 21. O espaço está sediando a 48ª Missa do Vaqueiro de Serrita.
“Se o governador não se posicionar sobre essa dívida, nós vamos fechar a PE-507 nesse sábado com os caminhões pipas. Vamos bloquear tudo”, ameaçou Arraes Sampaio, informando que somente com os pipeiros serritenses o saldo devedor é de R$ 500 mil.
Ainda de acordo com o causídico, este ano o Governo do Estado liberou R$ 200 mil para pagamento de pipeiros na região, mas privilegiou quem é ligado ao seu grupo político. “Não é justo pagar aos seus correligionários e deixar os outros sem receber”, reclama o advogado.  

Blog Alvinho Patriota

O Instituto Federal do Sertão Pernambucano reabriu as inscrições para o preenchimento de vagas remanescentes para os cursos de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) dos campi Petrolina, Ouricuri e Salgueiro. De acordo com a instituição, os interessados podem se inscrever a partir da segunda-feira (16) até o dia 30 de julho. As inscrições serão feitas através da internet.

A seleção para as turmas será feita através de uma avaliação do histórico escolar dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º anos ou 5ª a 8ª séries ou ciclos/fases equivalentes). Podem participar estudantes que já tenham concluído o 9º ano do Ensino Fundamental ou a 4ª fase da Educação de Jovens e Adultos. É preciso também ter 18 anos até a data da matrícula. Outras informações podem ser obtidas através do Edital.

G1 Petrolina

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget