Professores grevistas vão a Delegacia prestar queixa contra o gestor municipal em Exú

Um grupo de profissionais da educação do Exu, no sertão do Araripe pernambucano, estiveram nesta segunda (27) na Delegacia de Polícia Civil, prestando queixa contra um desconto na folha de pagamento dos mesmos, que consideraram abusivo por parte do gestor municipal.

Segundo Cosme Torres, presidente do SindExu (sindicato dos servidores público municipal), os professores já retornaram as aulas no dia 22 de Junho, mesmo sem nenhum acordo firmado, porém, foi descontado da folha dos que aderiram a greve, uma média de R$ 800,00 pelos dias que os mesmos estiveram parados, e ainda, segundo ele, o desconto é abusivo, já que a greve não foi julgada ilegal.

Cosme falou ainda que o Ministério Público estabeleceu, que uma comissão da Prefeitura Municipal fosse criada, para que no prazo de 10 (dez) dias fosse feito uma negociação com o SindExu. Porém até o momento nada foi resolvido. 
 
Segundo Cosme, o prazo dado pelo MP já está se vencendo e até o momento ele não foi procurado para um acordo pela comissão da Prefeitura.


Fonte:Exu Noticias

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget