Campus Ouricuri realiza evento “Os desafios da Luta Feminista na Contemporaneidade”

Com os objetivos de proporcional debate sobre temas como feminismo, feminicídio e outros tipos de violência e de abordar as lutas diárias das mulheres, o campus Ouricuri do IF Sertão – PE vai promover, nesta quarta-feira (25), o evento “Os desafios da Luta Feminista na Contemporaneidade”, que terá exposição, peça teatral e roda de conversa.


O evento é aberto ao público e ocorrerá nos três turnos na unidade escolar localizada na Estrada do Tamboril, sem número, zona rural do município. Para não perder nenhum momento do evento, confira o horário no qual cada uma das atividades irá ocorrer: a exposição "Mulher, você pode ser o que você quiser” acontecerá o dia todo; o espetáculo teatral Processo Medusa irá se iniciar às 19h; e a roda de conversa “Os desafios da Luta Feminista na Contemporaneidade” começará após o final da peça e terá como debatedoras Cris Crispim, atriz do espetáculo teatral, Adevânia Coelho, representante do grupo Jurema, e a servidora do campus Ouricuri, Milena Monteiro, sob a mediação da professora Aline de Biase.



A comissão organizadora convida a todos a participar do evento e resume como será o evento: “Vamos apresentar mulheres que desempenharam papeis importantes na sociedade, comprovando que elas podem ocupar os mesmos lugares antes pertencentes apenas aos homens, bem como mostrar, por meio da peça teatral, a realidade de muitos lares, de muitas mulheres que travam verdadeiras lutas para conquistar sua liberdade. Em seguida, a mesa redonda tem o objetivo de expor, através de uma conversa, diversas ideias de ativistas feministas com a finalidade de quebrar os tabus que envolvem o termo feminismo e os entraves encontrados nesta luta na sociedade contemporânea”.


Confira abaixo a sinopse da peça Processo Medusa:


O Processo Medusa é um experimento cênico que aborda a temática da cultura do estupro, afirmando a luta feminista como instrumento de superação da sociedade patriarcal que violenta as mulheres. A dramaturgia tem como mote a revisão do mito de medusa, trazido para atualidade, trazendo a história do nascimento de uma mulher que atravessa os tempos lutando contra essa opressão e encontra na força da representação de mulheres guerreiras e feministas de diversos mundos e histórias e na comunhão de sua ancestralidade selvagem e livre revisitada nos símbolos e poéticas do passado e da atualidade.



Assessoria

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget